Lição sobre a morte

•9 abril, 2009 • 4 Comentários

cemetery13Vou fingir que não abandonei isso aqui e escrever esse post como se nada tivesse acontecido.

Até o meio do ano passado eu nunca havia perdido ninguém na minha vida. Sério mesmo, ninguém muito próximo a mim havia morrido e eu nunca, se quer, havia pisado em um cemitério.
A morte do meu avô materno foi a primeira experiência que tive sobre a morte. E honestamente, não me reconheci em todos os momentos que essa situação me obrigou a passar.
De madrugada fui acordado por um telefonema do meu primo que havia acabado de arrombar a porta do banheiro onde meu avô estava. Ele foi bem claro:
– Dê, o vô morreu. Estou aqui na casa dele. Vem para cá.

Continue lendo ‘Lição sobre a morte’

Eu ODEIO feiras

•12 março, 2008 • 22 Comentários

Eu estou indignado. Na verdade eu to puto da vida mesmo.

Estamos no século 21. Em pleno 2008. Construímos máquinas que nos possibilitam conversar a longa distancia ouvir música, guardar arquivos, tirar fotos tudo ao mesmo tempo e que cabem na palma das nossas mãos. Dominamos a tecnologia da clonagem humana. No universo, fomos tão longe com nossos super-telescópico. Pousamos em planetas com nossos robôs magníficos. Estamos e somos a era da modernidade.

Mas eu ainda tenho que desviar quase dois quilômetros meu caminho diário por causa de feiras livres.

Continue lendo ‘Eu ODEIO feiras’

Vai para Espanha? Acho melhor esperar.

•10 março, 2008 • 4 Comentários

Eu estou acompanhando de perto essa pouca vergonha que o governo espanhol está fazendo com os brasileiros em seus aeroportos.

Como diria a nossa linda Maria Rita “Nem toda feiticeira é corcunda, nem toda brasileira é bunda”, e eu completo: Nem toda brasileira é puta e nem todo brasileiro é lavador de prato.

Na sexta-feira eu comecei a escrever uma critica aos brasileiros que foram deportados por não cumprirem as exigências pedidas na migração espanhola. A critica era porque imaginei que essas pessoas ao menos não se prepararam para fazer uma viagem. Ou estavam mesmo de sacanagem.

Continue lendo ‘Vai para Espanha? Acho melhor esperar.’

O Papa não é tão pop

•6 março, 2008 • 7 Comentários

Rá. Eu queria mesmo entender mesmo algumas coisas da Igreja Católica. A mais nova foi ser contra as pesquisas de células-tronco em embriões congelados.

Alto lá. E quanto a ser contra os próprios embriões congelados? Esqueceram? Agora estão todos pomposos dizendo que aqueles embriões foram congelados para gerar uma vida e não podem morrer.

Ora, até pouco tempo atrás, algo como ontem, eles eram contra a inseminação artificial. Minha cabeça ta dando um nó. Se eles são contra a inseminação artificial o que fazer com os embriões que estão lá congelados esperando um útero aconchegante, quente, molhado…hummmm? Perdão. É que deu um calor aqui. Continue lendo ‘O Papa não é tão pop’

Eu os declaro Marido e Mulher

•3 março, 2008 • 4 Comentários

Hoje eu deixarei um texto escrito pelo meu amigo Marco.

Concordo com muitas das coisas que ele escreveu e principalmente na parte sobre os noivos.

 

Conheço o Marco a pelo menos dois anos. E desde então se tornou uma pessoa indispensável na minha vida. Seu talento para o desenho, musica, seu bom gosto para livros e HQ’s, juntamente com seu humor o tornar uma pessoa singular.

 

Quem sabe ele não se empolga e começa a escrever um pouco mais por aqui?

Eu torço por isso.

Continue lendo ‘Eu os declaro Marido e Mulher’

Vida Virtual

•29 fevereiro, 2008 • 4 Comentários

Lá por 1994 quando eu começava a me interessar por computador eu já ouvia, e previa, sobre o “Mundo Virtual”. Sempre pensei ser possível uma pessoa fazer a maioria das coisas costumeiras pelo micro. Usar o banco, fazer compras, pesquisas e ter relacionamentos. Imaginava que em 2008 as pessoas sairiam da frente do micro só para comer, ou passear ao vivo com as pessoas que ela conheceria através dessa máquina. Eu já imaginava esse mundo virtual só que um pouco mais high tech.

Imaginava mesmo que colocaria um óculos ou uma interface neural e sairia nos vários universos espalhados pela rede. Andando mesmo. Tocando tudo a minha volta, experimentando, por exemplo, um notebook na loja da Apple, virtualmente, mas de corpo virtual presente.

Só falávamos e pensávamos como seria esse mundo virtual.

Continue lendo ‘Vida Virtual’

Pra quê dinheiro se ela não me dá bola?

•27 fevereiro, 2008 • 6 Comentários

Pra responder a minha própria pergunta do título eu posso dizer que simplesmente você precisa de dinheiro nem que seja pra comprar um roupinha mais bonitinha para outra pessoa dar bola pra você.

Mas não importa qual seja o seu problema. Prudência, dinheiro no bolso e canja de galinha não fazem mal a ninguém.

Não sou a pessoa mais indicada para falar como se guardar dinheiro. Também não sou especialista em bolsa de valores, mercados internacionais, moeda estrangeira ou mercado imobiliário. Não consigo nem pagar a droga das minhas contas de cada dia, e que nos daí hoje. Amém.

Continue lendo ‘Pra quê dinheiro se ela não me dá bola?’

 
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.